Prefeitura inclui 53 famílias do Parque Rodoviário no Cidade Solidária

Segundo dados divulgados pela Gerencia de Proteção Social Básica (GPSB) da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) nesta segunda-feira (8) 53 famílias atingidas pela enxurrada ocorrida no Parque Rodoviário já estão cadastradas no programa Cidade Solidária. Os moradores das casas destruídas agora passam pelos programas assistenciais da Prefeitura de Teresina.

Das 53 famílias contempladas pelo programa, 41 estão inclusas no eixo Família Solidária, que consiste no acolhimento temporário por familiares, reforçado por auxílio financeiro e kits de limpeza e acolhimento. As 12 restantes se enquadram na modalidade de Residência Solidária, alugada por meio de bolsa auxílio, também oferecida pela Prefeitura. Outras quatro famílias estão abrigadas em Igreja nas proximidades.

“Essas são as que acompanhamos. Já foi identificado quem está no Família Solidária, quem está sem abrigo e quem está na Residência Solidária. Temos ainda quatro famílias na Igreja e alguns atendimentos não contabilizados, de famílias que passam pelo atendimento mais de uma vez”, relata Kânia Brito, gerente de Proteção Social Básica.

Além do encaminhamento para o Cidade Solidária, as equipes de assistência social da Prefeitura de Teresina estão distribuindo cestas básicas, kits de limpeza e kits de acolhimento para os moradores que necessitam da ajuda emergencial do município. Para o recebimento dos kits é necessário que os moradores façam um cadastramento prévio feito por assistentes sociais no stand montado pela Semcaspi. O local, que fica na Praça Rita de Menezes, mais conhecida como Praça do Parque Rodoviário, também está recebendo a doação voluntária de populares e instituições que desejam colaborar com as famílias.

Doações no Parque Rodoviário

Além do ponto de recolhimento da Semcaspi, na praça do bairro, o CMEI Nossa Senhora Maria Imaculada está recebendo as doações da população, que vão de alimentos, a roupas e produtos de higiene pessoal. A Igreja Matriz da Morada Nova também é ponto de arrecadação desses produtos.

LEIA TAMBÉM