Fundo Municipal de Meio Ambiente é aplicado na aquisição de 3 mil mudas de ipês

Uma cidade bem arborizada traz diversos benefícios à sua população. Para Teresina, onde predominam as altas temperaturas, o conforto térmico e o sombreamento oferecidos pelas árvores estão entre pontos mais consideráveis. Para reforçar o trabalho de arborização da cidade, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) adquiriu 3 mil mudas de ipês, nas cores amarelo, rosa, branco e roxo, com recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente, cuja aplicação deve ser voltada para esse fim.

“As mudas foram distribuídas no viveiro do Jardim Botânico de Teresina e no Parque da Cidade, ambos espaços localizados na zona Norte da capital. Outras centenas de árvores deverão ser adquiridas com recursos desse fundo, que tem como finalidades a melhoria e recuperação da qualidade ambiental”, destacou o secretário da Semam, Olavo Braz.

Parte das árvores também dará suporte às ações de plantio realizadas pela Secretaria, a exemplo do Projeto Uma Árvore em Minha Vida, que conta com uma equipe de técnicos para realizar plantios em áreas residenciais, cuja solicitação deve ser feita através do seguinte endereço eletrônico: http://semam.teresina.pi.gov.br/.

Além do conforto térmico e sombreamento, as árvores contribuem, por exemplo, para a redução da poluição do ar e de ruídos, armazenamento de carbono, restauração de solos degradados e embelezamento.

Fundo Municipal de Meio Ambiente

Vinculado à Semam, o Fundo Municipal de Meio Ambiente é de natureza contábil e tem por finalidade o desenvolvimento de projetos que visem o uso racional e sustentável dos recursos naturais, incluindo a manutenção, melhoria e recuperação da qualidade ambiental. Os recursos desse Fundo são constituídos, por exemplo, de arrecadação de multas previstas em lei e taxas e compensações ambientais.

A aplicação desse fundo é realizada em conformidade com as deliberações feitas mensalmente pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comdema), órgão colegiado, normativo e consultivo da Administração Municipal, que possui legislação própria.

LEIA TAMBÉM