CRM-PI apoia a Campanha Maio Roxo e Dia D será no próximo sábado com serviços para a população

Maio é o mês de conscientização sobre as doenças inflamatórias intestinais. No mundo todo, o Dia D para a mobilização é 19 de maio, Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal. No Brasil, o mês de maio tem na campanha Maio Roxo muito o que se discutir e também para se conscientizar por meio das várias entidades ligadas às doenças intestinais. A Sociedade de Gastroenterologia do Piauí está preparando um uma manhã de mobilização para informar e conscientizar a sociedade sobre a Doença de Crohn e Retocolite. O evento acontecerá na Praça Rio Branco, no centro de Teresina, de 8h às 14 horas. O Conselho Regional de Medicina do Piauí – CRM-PI apoia a campanha e estará também iluminado de roxo durante todo o mês.

Segundo a médica gastroenterologista de Teresina Joceli Oliveira dos Santos, o evento no próximo sábado terá várias ações, como distribuição de panfletos, a presença de gastroenterologistas informando e tirando as dúvidas da população e ainda a apresentação da Orquestra Sanfônica. Qualquer pessoa pode ir à praça Rio Branco tirar suas dúvidas e contar aos médicos qualquer sinal de problemas do aparelho intestinal, que serão ouvidos e orientados a buscarem o diagnóstico correto na rede especializada de saúde.

Entre as doenças crônicas inflamatórias que são a bandeira da campanha Maio Roxo estão a doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa. A doença de Crohn pode se manifestar em qualquer parte do tubo digestivo (da boca ao ânus), sendo mais comum no final do intestino delgado e do grosso. Entre os sintomas principais estão diarreia, sangue nas fezes, anemia, dor no abdome, perda de peso e febre. Mais raramente há estomatites (inflamações na boca). Também pode atingir pele, articulações, olhos, fígado e vasos. A doença mescla crises agudas recorrentes, leves a graves, e períodos de ausência de sintomas. Apesar de não haver cura, as pessoas acometidas com a doença podem ter uma vida saudável, desde que bem acompanhados e seguindo o tratamento recomendado por um médico gastroenterologista.

CRM-PI – (86) 3216-6100
Ass. Imprensa (86) 99988-5050
Márcia Cristina

LEIA TAMBÉM