Urbanitários repudiam decisão do TST contra os empregados da Cepisa

 O Tribunal Superior do Trabalho – TST, por meio de decisão do ministro presidente Dr. João Batista Brito Pereira, cessou, na manhã desta segunda-feira (04), os efeitos da tutela de urgência (liminar) do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª região, sediado em Teresina, que impedia a Cepisa de efetuar demissões “em massa” sem justa causa e determinava a reintegração de empregados desligados nesta condição desde que o grupo privado Equatorial assumiu o controle da Cepisa, em outubro do ano passado. Na decisão, o presidente do TST acatou o pedido de…

LEIA MAIS